Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 1 de agosto de 2010

SÃO HORAS, QUERIDO

Horas de ires embora, de partires para fora da minha vida.

Horas de ternura que tivémos, de encontros que realizámos, de amor que amámos.

Mas agora é hora!

Hora do adeus, hora de despedida, hora de separação.

Eu quero ter, agora, a minha hora, as minhas horas, sem pressas de respostas, sem pressões ou interrogações.

Quero orar para que a hora seja boa, seja reflectida, seja amadurecida.

Mas também quero a hora para rir, para me divertir, para gozar e, quem sabe, amar!

Por isso, quero a minha hora.

Querido, são horas...


Sem comentários: