Ocorreu um erro neste dispositivo

sábado, 29 de maio de 2010

GINGER E FRED

(Do Google Imagens com a devida vénia)
Aqui, em Praga, o par dançante domina a arquitectura moderna da cidade. Uma dupla de edifícios, encostados um ao outro, como se efectuassem um passo de dança; imagino um tango. Ele quase hirto e impassível, ela a acomodar-se e encostar-se ao corpo do parceiro. A nova arquitectura a expressar-se de forma ousada, quase a roçar as franjas do erotismo.
Uma homenagem ao célebre par do musicall e cinema americano: Ginger Rogers e Fred Astaire.
Não há dúvida que Praga se moderniza. É notória a diferença no crescimento da cidade, com edifícios modernos, avenidas largas e, cada vez mais, transportes públicos de qualidade.
O centro histórico, no entanto, conserva todo o seu carisma, com as ruas arranjadas, passeios de empedrado, a lembrar a calçada portuguesa, sem buracos e sem pedras levantadas, com piso bom para se caminhar, os edifícios limpos e habitados e a cidade velha e a célebre praça do relógio astronómico repleta de turistas a palpitar vida.
Não há dúvida, Praga continua a merecer ser visitada, uma, duas, muitas vezes.

1 comentário:

Viviane Costa disse...

"... sem buracos e sem pedras levantadas, com piso bom para se caminhar..." Isso, sim, é muito importante, afinal vc bem sabe o perigo que corre minha companheira de viagens em calçadas diversas, não é? Rs.