Ocorreu um erro neste dispositivo

terça-feira, 23 de novembro de 2010

SIM! NEM NÃO, NEM TALVEZ.

SIM!!!

Foi um SIM forte, vincado, sonante, afirmativo.

Disse-o com convicção, com o coração a bater forte, com os olhos a brilharem de satisfação, um SIM de certezas, um SIM de esperança, um SIM de tranquilidade.

Estava farta de dizer NÃO de, muitas vezes, dizer TALVEZ, e, raramente, de dizer SIM.

Mas agora, finalmente, disse SIM. Um SIM à vida, um SIM que queria dizer, definitivamente, SIM.

E sorriu, e com o sorriso veio uma lágrima a rolar pela face abaixo...



uma gota de alegria, que depressa limpou com o lenço que tantas vezes secou as lágrimas da tristeza, do desconforto, da solidão.

Bastou, apenas, dizer SIM... tão fácil, tão espantosamente bonito, tão definitivamente feliz...

1 comentário:

Anónimo disse...

Tão definitivamente feliz...ou infeliz...