Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, 1 de abril de 2011

PRIMEIRO DE ABRIL

Eu hoje acordei a falar bem do sócrates, a elogiar o trabalho que o governo socialista tem feito em prol do deficit, a achar que os "boys" do primeiro ministro deveriam ganhar o dobro e, em vez de mercedes e audis, deviam andar de porsche  ou jaguar para poderem andar mais rapidamente, de fundação em fundação e de instituto  em instituto, a sacar os dinheiros do cofre público, a concordar que o partido socialista tem feito o melhor papel do mundo em defesa dos menos afortunados e dos idosos,  a contrariar todos os que dizem que ele é um mentiroso, a insurgir-me contra os que dizem que nunca irão votar socialista.

Ainda bem que hoje é o dia 1 de Abril, o dia das mentiras... é que podiam pensar que eu estava a falar verdade!

Só vejo uma explicação para a mentira fazer parte das verdades do sócrates: acho que  a mãe dele, por falta de papel higiénico, deve ter-lhe limpado o rabo com a folha de um calendário de um dia 1 de Abril e, assim, a mentira entrou-lhe, por osmose. Faz lembrar a história do Obelix que caiu no caldeirão com a poção mágica, mas este ficou com força sobrenatural, ao passo que o outro ficou um mentiroso compulsivo... E em vez de ser primeiro ministro devia era ser primeiro de Abril.