Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, 6 de abril de 2011

HELP

Finalmente o primeiro ministro, o sócrates, não teve outro remédio se não solicitar o pedido de ajuda financeira.

Depois de tanta mentira ao povo, de tanta arrogância governativa, de tanto disparate e de tanto dislate, o homenzinho não teve outra alternativa. Mas mentindo sempre: até na saída do Conselho de Estado mentiu; é que aquilo é superior às suas forças.

Mas agora, mesmo acusando os outros, a oposição, da culpa de a dívida pública ter aumentado mais do dobro nestes últimos tempos, quando teve tempo mais que suficiente de governos de maioria para equilibrar as finanças, não teve outra solução se não subjugar, mas com arrogância e peneirice, apenas para salvaguardar a imagem, porque nada mais existe naquela cabeça (Dorian Gray no seu melhor?).

Vale a pena ver este extracto:

http://www.youtube.com/watch?v=Z7DY4G4QQPU&feature=player_embedded

É a crise num dos seus momentos hilariantes... 

"Ahahahahahh... gargalhou o cínico", como dizia um comediante brasileiro, Agildo Ribeiro, no programa Planeta dos Homens: aquele da Bruna Lombardi e do "Pára com isso, múmia paralítica! Coisa horrorosa!".


TLIM, TLIM, TLIM!
 

1 comentário:

Maria Paz disse...

Adorava o planeta dos homens e este "sketch" será que foi daqui que veio a minha mania da múmia paralítica?