Ocorreu um erro neste dispositivo

sábado, 25 de setembro de 2010

BRISA

O vento hoje chegou manso, agitou suavemente as folhas do sobreiro velho, acariciou as rosas vermelhas da roseira que fica junto ao muro de pedra e empurrou devagar, abrindo, a janela que tinha ficado entreaberta.


Entrou sem cerimónias dentro de casa e deixou-a perfumada dos aromas de outono, suaves, intrigantes, envolventes.

Soube bem ser acariciado por este vento manso.


Sem comentários: