Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 27 de novembro de 2011

O FADO

Hoje ficámos cheios de Fado, de fadistas, de casas onde ele se canta, de entrevistas, de opiniões, de regozijos, de alegrias, de contentamentos...

A forma de cantar de um povo, o Fado, do maltrapilho ao selecto, do Marialva ao popular, do Marceneiro à Hermínia, da Amália à Mariza, do embuçado às tabuinhas, do fado gingão ao fado triste, do fado cantado ao fado tocado...


(retirado da net)

A alma dum povo, a sua universalidade, hoje feito património imaterial, um património do mundo!




2 comentários:

Anónimo disse...

É bom que haja uma notícia boa a encher os telejornais! É bem melhor darem-nos esta música do que a habitual...

Beijinhos
Berta

jorge disse...

Há sem dúvida uma expressão musical tão importante como as demais importantes correntes musicais aceites por uma sociedade atenta à verdadeira arte essa expressão é o verdadeiro fado de Marceneiro, Argentina Santos o e outras vozes caídas inacreditavelmente no esquecimento, como é o caso de Alcindo Carvalho. Viva o fadfo verdadeiro.