Ocorreu um erro neste dispositivo

terça-feira, 30 de agosto de 2011

ACORDAR

De novo a acordar na cidade e a sentir, agora que Agosto está a terminar, a frescura do amanhecer a entrar pela janela do quarto.

O trabalho a recomeçar, o dia a dia que se recicla. É o verão, no seu declínio, a abrir as portas ao outono. Qualquer dia as aulas vão recomeçar, o trânsito vai amanhecer mais cedo e o encanto desta cidade, nesta altura do ano, começa a desaparecer para se tornar num caos de pessoas, de carros e de outras confusões.

Por enquanto, no seu silêncio de verão, sabe bem acordar na cidade que nos acolhe.


(LISBOA AO ACORDAR - AGOSTO DE 2011)



2 comentários:

Anónimo disse...

Como eu gosto de Lisboa em Agosto. É mesmo a gosto que por cá fico.
Agora vou eu de férias, para fugir ao caos.
Beijos e fique bem por cá.

Anónimo disse...

É o retorno. A mim custa-me sempre, mas, curiosamente, também me apetece!
Beijos
Berta