Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, 24 de junho de 2011

SÃO JOÃO

"- Você dobra aqui. Agora corta com a faca o papel bem na dobra.
O ruído macio do gume da faca dividindo o papel.
- Agora cole bem de fininho deixando essa margem. Assim.
Eu estava ao lado de Totoca aprendendo a fazer um balão. Depois de tudo colado, Totoca prendeu o balão pelo bico de cima, com um pregador de roupa, no varal.
- Só depois de bem seco que a gente faz a boca. Aprendeu, seu burrinho?
- Aprendi."

(O Meu Pé De Laranja Lima - 2.ª parte - capítulo 4.º: Duas surras memoráveis - de José Mauro de Vasconcelos).

Não há São João sem balão. 

(fotografia do Google - Imagens)
Melhor, não havia. É que, agora, com o risco de incêndios, torna-se perigoso e é mesmo proibido(!) o seu lançamento.

Mas, com balão ou sem balão, o São João é no Porto, na Ribeira, com o alho porro, com os martelinhos, com as Cascatas, com as sardinhas, com o manjerico, com as rusgas, com a alegria, com a música, com as quadras, com as danças...

E, também, no coração e nos ouvidos de todos está o


"OLHÓ BALÃO" 

de Beatriz Costa e Vasco Santana no filme "A Canção de Lisboa"

Olha o balão, na noite de São João
Para poder dançar bastante com quem tenho à minha espera
Ó-i-ó-ai, pedi licença ao meu Pai, e corri com o meu estudante
Que ficou como uma fera
Ó-i-ó-ai, fui comprar um manjerico
Ó-i-ó-ai, vou daqui pró bailarico
E tenho um gaiato aqui dependurado,
Que é mesmo o retrato do meu namorado
E tenho um gaiato aqui dependurado,
Que é mesmo o retrato do meu namorado
Toca o fungagá, toca o Sol e Dó,
Vamos lá, nesta marcha a um fulambó
Toca o fungagá, toca o Sol e Dó,
Vamos lá, nesta marcha a um fulambó
Olha o balão, na noite de São João,
Para não andar maçado da pequena me livrei
Ó-i-ó-ai, não sei com quem ela vai, cá para mim estou governado
Com uma outra que eu cá sei
Ó-i-ó-ai, fui comprar um manjerico
Ó-i-ó-ai, vou daqui pró bailarico
Tenho uma gaiata aqui dependurada
Que tem mesmo a lata, lá da namorada
Tenho uma gaiata aqui dependurada
Que tem mesmo a lata, lá da namorada
Toca o fungagá, toca o Sol e Dó,
Vamos lá, nesta marcha a um fulambó
Toca o fungagá, toca o Sol e Dó,
Vamos lá, nesta marcha a um fulambó


http://youtu.be/60Ov_clZRf4

 



1 comentário:

Anónimo disse...

Ajudou-me a encontrar o livro para o final de semana. Faz anos que não o leio, vai ser um prazer. Será que vou chorar??