Ocorreu um erro neste dispositivo

sábado, 8 de janeiro de 2011

O PORTÁTIL

Passou a tarde agarrado ao telemóvel, eram mensagens, eram telefonemas, eram lembranças de reuniões, eram mails que tinha que enviar e receber, foi uma tarde de loucura.

O prazo a aproximar-se e ele sem computador... uma avaria irreparável no curto prazo, a impossibilidade de transferir a informação para outro computador, e ele, de pés e mãos atado, só com o telemóvel.

Não imaginava quão importante aquele portátil se tornava naquele momento... sinal da dependência das máquinas!

Até o blog saiu curto!

2 comentários:

Anónimo disse...

Bendita máquina!!!
é a minha conexão contigo.
bjs.
Beatriz Morcego

Anónimo disse...

Às vezes, penso que damos excessivo valor à modernidade. Porque não aproveitar esses contratempos para ver o mundo com olhos de realidade?