Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 23 de janeiro de 2011

FICOU TUDO EM CASA

Acabaram de sair os resultados oficiais.

O Cavaco ganhou, como se esperava, como diziam as sondagens, porque não havia outra solução. Ganhou bem! Pôs o segundo classificado a uma distância enorme.

O Alegre sofreu uma derrota memorável, não só ele mas também o partido dos socialistas e o movimento dos bloquistas, "soit-disant", de esquerda. Foi um arraso... tudo junto não chegou aos 20%. Não sei se o sócratres ficou contente (nunca se sabe o que vai naquela cabeça), mas o Hotel Altis e aquela massa de gente estava, mesmo, bastante combalida.

O Nobre foi outro ganhador. Não tinha qualquer apoio partidário, nenhuma máquina por trás e ficou em terceiro lugar!

O candidato comunista, o Lopes, ficou no lugar habitual do PCP, em quarto, sem novidades.

O Coelho da Madeira ainda chegou aos 4,5% e sacou o segundo lugar na Madeira.

O Defensor das causas perdidas, o dos agrumes, ficou-se pelos 1,57%, os votos dos fieis de Viana do Castelo e pouco mais.

Em conclusão: o Cavaco ficou em casa, não há dúvida, mas nada ficou na mesma. A derrota do candidato dos socialistas e dos bloquistas, com menos de 20%, vem modificar muito o espectro de forças e da política neste país. 

Mas, na realidade, quem ganhou, quem ganhou, mesmo, foi a abstenção... e não era preciso ser adivinho!

Sem comentários: