Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, 30 de março de 2012

O CORAÇÃO

"Trago dentro do meu coração,
Como num cofre que não se pode fechar de cheio..."

(Álvaro de Campos - A passagem das horas).

... um mundo de esperança, cheio de tudo...
(do autor)


... de sofrimento e de desesperode angústias e de interrogações, de lágrimas e de saudades, de dores e de apertos, de ternura e de amor, de olhares e de desejos, de sorrisos e de alegria, de entendimentos e de cumplicidade, de esperança e de confiança, de certezas...


... está cheio, este coração!


.

2 comentários:

Carlota Pires Dacosta disse...

O coração é bem mais forte do que aquilo que pensamos.
É capaz do acto mais odioso, como do acto mais amoroso.
O meu está bem e recomenda-se, eheh.
Beijinho

Anónimo disse...

E bem cheio de ternura, memórias e sonhos, o meu quase rebenta!

Bjs
Berta