Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, 28 de março de 2012

DE PEDRA E CAL

(MARVÃO - GOOGLE Images)


"De pedra e cal é a cidade
Com campanários brancos
De pedra e cal é a cidade
Com algumas figueiras


De pedra e cal são
Os labirintos brancos
E a brancura do sal
Sobe pelas escadas


De pedra e cal a cidade
Toda quadriculada
Como xadrez jogado
Só com pedras brancas


Um xadrez só de torres
E cavalos-marinhos
Que sacodem as crinas
Sob os olhos das moiras


Caminha devagar
Porque o chão é caiado"

Sophia de Mello Breyner Andresen - Obra Poética - De Perda e Cal.

.

1 comentário:

Anónimo disse...

Marvão? Estilizado assim, nem parece. Já fui MUITO MUITO feliz em Marvão...

bjs
Berta