Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, 4 de maio de 2012

PEDISTE FLORES

Aqui estão elas, cheias de vida, cheias de cor, a pintalgar tudo o que é espaço, tudo o que é recanto, tudo o que é lugar...


Pediste flores e olha bem, que cada pinta, cada mancha de cor é, apenas e tão só, uma flor e são muitas, a estenderem-se até onde se estende o olhar, e cada uma, olha bem, parece estar a sorrir para ti...


Pediste flores e espero que gostes, e que te tornem alegre o dia e, na solidão da noite, te façam a melhor companhia...


Pediste flores e deixo-tas, soltas, com o ramo por fazer, para que o possas compor como mais te der prazer, podes ir juntando por cores, ajeitando as flores, compondo à tua maneira ou, então, se achares melhor, coloca-as todas numa floreira... 


Pediste flores e, para a semana, quem sabe não te trarei mais? Melhor seria se, em vez destas, de fotografia, te trouxesse das verdadeiras, que não sejam como estas, virtuais, mas sejam mesmo, flores de verdade, flores reais...

(todas as fotos do autor - Alto Alentejo)



.

5 comentários:

Anónimo disse...

Lindo! Obrigada pelo envio. Beijinhos, lola

Anónimo disse...

Gostei das flores,e do texto.muito bonito.E se alguma flor for para mim,ainda mais contente fico!:))))
BJ
S.M.

Brincamos e Aprendemos... disse...

maravilhosas tanto as flores como as palavras que as acompanham. obrigado
Mena

Luisa disse...

Lindas! Queria-as todas para mim.
Beijos
Luísa

Ana Abrantes disse...

Sempre poeta !