Ocorreu um erro neste dispositivo

sábado, 14 de abril de 2012

NUVENS

O dia, hoje, encheu-se de vento e de frio que trouxeram nuvens fartas e cheias: umas brancas como claras batidas, a lembrar as farófias de casa das avós, outras escuras, quase negras, carregadas de chuva forte, a imporem respeito pelo breu assustador.

O dia esfriou muito, ventou o bastante para chegar a partir ramos e, mesmo, árvores, como se ontem, o tal da sexta-feira 13, tivesse posto as bruxas a bailar pelos ares e elas tivessem prolongado a festa pela madrugada dentro; "chuvou", também, como já não se via há muito.

(DO AUTOR - ALGURES NO CÉU)


Mas, quando o fim da tarde permitiu que o céu também se deixasse mostrar, exibindo a sua cor azul inconfundível, as nuvens amontoaram-se em castelos, criando formas e figuras fantásticas que se deixavam identificar à medida da imaginação de cada um...


.

4 comentários:

Anónimo disse...

Bonito e poético! Beijinhos, lola

MJ FALCÃO disse...

AS bruxas andam por aí! Aqui têm estado a pentear-se toda a manhã...
Abraço
Deixo-lhe um pouco de "ciganos"...
http://falcaodejade.blogspot.pt/2012/04/agradecendo-o-trabalho-feito-pelo-blog.html

Anónimo disse...

Quando eu era miúda, faziamos jogos deitados no chão, olhando o céu, descobrindo figuras! Que saudades...

Beijos
Berta

Carlota Pires Dacosta disse...

A foto está lindíssima
Beijo