Ocorreu um erro neste dispositivo

sábado, 28 de abril de 2012

CHUVA

Gosto de ver a chuva a bater nos vidros da minha janela.

Bate com força no vidro deixando, depois, escorrer lágrimas  gordas que vão descendo, lentas, como que arrependidas...



.

3 comentários:

Anónimo disse...

arrependidas numa tristeza sem fim ou agraciadas com uma felicidade em pleno, elas escorrem sempre como gotas refrescantes, seja pela vidraça ou pelo rosto.

Anónimo disse...

Muito bonito! Beijinhos, lola

Luisa disse...

Chuva! Tinha saudades dela, forte, verdadeira.
Beijos
Luísa