Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, 14 de junho de 2010

AINDA FALTAM 15 MINUTOS

É o tempo que me falta até iniciar a minha consulta.

Estive ausente uns tempos e sabe bem voltar aos mesmos sítios, contactar e cumprimentar as empregadas da recepção, as técnicas do laboratório, as senhoras da limpeza, os seguranças...

Pessoas que conheço há bastante tempo e com quem se vai criando alguma forma de amizade, se vai sabendo dos filhos, dos pais envelhecidos, da saúde, do tempo incerto, das férias que estão a chegar e, agora, com o mundial a decorrer, se fala da bola, das entrevistas do Ronaldo, das opiniões do Queiroz, do frango do Green, dos golos da Alemanha...

Pois é! Fala-se disto e pouco mais. Não vejo as pessoas preocupadas com a vida real, com os aumentos dos custos, com o agravamento dos impostos, com as medidas de austeridade.

Até nisto o governo tem sorte e oportunismo: fala da crise e dos impostos na altura do Papa, implementa as medidas no momento em que as pessoas estão com os olhos postos no golo das vuvuzelas e, depois do mundial, com vitória ou sem vitória, vai tudo de férias.

Uma boa forma de impor medidas e associá-las a momentos de alienação: Fátima, Futebol e Férias, os tais três EFES adaptados ao momento.

Minha Nossa Senhora (Fátima), ora Bolas (Futebol), o tempo passou e os doentes ansiosos pelo início da consulta, é que estão com pressa e a pedir receitas em triplicado pois só cá voltam depois das Férias.

Sem comentários: