Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

DÓI

Dói ver como as pessoas são maltratadas!

E não são precisas as agressões físicas, a maior parte das vezes são agressões verbais, agressões que se traduzem em insultos e ofensas pessoais.

São maridos que maltratam e insultam as mulheres, que as tentam anular na sua pessoa, que as limitam na sua criatividade, pais que agridem e infligem castigos aos filhos, são as maneiras como muitos idosos são abandonados, maltratados, agredidos e esquecidos.

Nos empregos, nos locais de trabalho, quantas pessoas, quase sempre mulheres, estão sujeitas aos mandos de "chefes" de meia-tigela, que muitas vezes as olham como meros objectos sexuais, são trabalhadores dos campos, principalmente na época das colheitas, que quase são tratados como escravos...

Um mundo-cão sujeito à lei do mais forte.

São imensas as queixas e, se algumas aparecem nos jornais, ou nas revistas cor de rosa, poucas, por enquanto, são denunciadas à polícia; a maior parte, infelizmente, ficam caladas no silêncio, na subserviência, no medo... Ou então no segredo dos consultórios médicos.

Foi assim, com mais um caso de agressão psicológica, de violência doméstica, que comecei o meu dia de trabalho!

3 comentários:

Anónimo disse...

E como custa, como humilha, como aniquila...

Beijos
Berta

Carlota Pires Dacosta disse...

Uma civilização tão pouco civilizada.
Beijo

MJ FALCÃO disse...

Tem toda a razão! Um dia há muitos anos vi um filme italiano (seria?) que se chamava "Mundo Cão" (sem ofender o cão!!!)e sempre tive medo desse "lado" do Homem...
Felizmente hoje já há quem aja!
Abraço