Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

DECIDIDAMENTE... ADIADA

Saiu decidida!

Não queria mais aquela vida, os atropelos, os esquecimentos, a falta de cumprimento das obrigações, o desinteresse, a mesquinhez, as ofensas, os valores que se foram perdendo, a arrogância, o cinismo, as confusões, a intolerância, os abusos, a falta de carácter, o dar a volta, o marialvismo, a violência, tudo junto num pouco espaço de vida...

Não podia suportar mais e resolveu resolver a vida.

Decidida a sorrir à vida, a sentir-se livre, a sentir-se pessoa, gente, sem vigilâncias, sem controles, sem violências...

Entrou hesitante, amargurada...  e saiu.

Desiludida! Adiada!

2 comentários:

Carlota Pires Dacosta disse...

Por mais que queiramos sair, nem sempre o "momento" é o melhor.
Bom domingo
Beijo

Anónimo disse...

Encontrar o "momento", num mundo que só vive de imagem, pode mesmo ser muito difícil...

Beijos
Berta