Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 30 de junho de 2013

CALOR DE VERÃO



Chegou repentino, intenso, devastador... Não deu tempo para nada! Sem pré-avisos, sem aquelas promessas de tempo de verão.

Chegou e instalou-se, apropriando-se de um "terreno" que é seu de pleno direito - o verão -.

Na verdade, tem todo o direito, mas como o tempo tem andado meio avariado, fora do normal, inconstante e desajustado até parece que este calor está fora de época.

Com o Junho a acabar, agora que os Santos populares partiram e o São Pedro fechou, com as suas chaves, a porta de mais um mês, abrem-se as perspectivas de um bom tempo de praia.

Ao menos que, agora, o tempo jogue certo com o calendário e não troque as voltas como tem feito até aqui. Que traga calor, que traga sol, que encha as praias de gente, que deixe que os corpos se bronzeiem, que o mar não seja mau e deixe que as pessoas se banhem...

(DO AUTOR - O CALOR DO VERÃO)




1 comentário:

Anónimo disse...

Parece um Monet! Linda foto.

ana Lacerda