Ocorreu um erro neste dispositivo

sábado, 8 de junho de 2013

O TEMPO AO AVESSO


Anda tudo virado do avesso! 

E todos o sentimos na pele! 

Estes tempos conturbados de más gestões políticas, financeiras e sociais deram no que deram e lá temos nós, os que trabalham, que nos virar do avesso para ter que pagar mais impostos, os reformados a tentarem (sobre)viver com menos dinheiro e toda uma população a tentar fazer das tripas coração, enquanto que, os que nós elegemos, os que pusemos no poleiro para nos defenderem, continuam a cantar de galo com as mesmas, ou melhores, benesses, com bons ordenados, bons carros, bons cartões de crédito, muito assessores, boas reformas, e muitos tachos e panelas para distribuirem entre familiares e parceiros sociais...

Mas, infelizmente, não são só estes os tempos que, assim, estão!

Também o tempo, o atmosférico, o climático, parece estar virado do avesso. Direi mais! Virado ao contrário, porque está do contra! É que, agora que recebemos de brinde uns dias de mini-férias à conta dos feriados, neste mês de Junho, tradicionalmente quente, que entrou cheio de sol e calor, a fazer cumprir a tradição dos Santos populares, dos arraiais e da sardinha assada, agora que apetecia ir até à praia pró bronze, para ganhar umas cores para disfarçar o mau aspecto desta agonia que nos envolve, o tempo resolveu avessar-se e entrou cheio de frio, de vento e de chuva. Parece ser de propósito, um tempo gasparínico, a prometer melhoria mas a castigar com a adversidade, como faz o Gaspar...

Acho que só deve ser bom para quem se case por estes dias - e os casamentos do Santo António, o casamenteiro, estão à porta... - e, se a tradição também não virar do avesso, ainda vale a máxima de que boda molhada é boda abençoada!

(DO AUTOR - CHUVA, VENTO, FRIO E NEVOEIRO, EM JUNHO "SOALHEIRO")




3 comentários:

Anónimo disse...

É o mundo ao contrário...
Bom dia!
Maria Alice Catarino

anniehall disse...

As plantas também gostam :)

Anónimo disse...

verdade...tudo ao avesso...
Ana Hertz