Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

ATÉ DÓI...

Desde Maio que nove médicos da Costa Rica estão em Portugal a ganhar 2.800 euros com direito a casa. A trabalhar (?), a ver doentes (?), pensam as almas das pessoas. Mas não... não fazem nada, não podem trabalhar porque não têm autorização legal para o fazer.

Façamos as contas: nove médicos a 2.800 euros, e já lá vão 5 meses, mais a casa à borla, faz, sem contar com o alojamento  gratuito para eles, 126.000 euros. Para fazer o quê? Como dizia a Edith Piaf: "rien de rien"...

Uma trapalhada de papéis que os impede de ter a certidão profissional. A Ordem dos Médicos não lhes pode passar a dita certidão porque falta um documento, o "certificado de reciprocidade", que deveria ser passado pela Ordem dos Médicos da Costa Rica.

Ora, se os médicos não estão legais porque é que o Ministério da Saúde (o do tempo do Sócrates) os contratou? Mais, contratou-os antes de o processo de inscrição estar terminado e assinou um contrato que não previu, sequer, a obrigatoriedade de o processo estar terminado para efectuar o pagamento. 

Claro que a ex-ministra socialista Ana Jorge tratou de sacudir a água do capote, com a mesma ligeireza com que admitiu saber das fraudes das receitas médicas "passadas" por médicos falecidos há uma data de anos, a doentes que já morreram há, também, uma data de tempo e que lesaram o Estado em muitas centenas de milhões de euros. Quem lhe pediu contas? Como é que vai ser responsabilizada?

Ao menos, o Alberto João construiu estradas e túneis...

ATÉ DÓI ver como tudo isto vai acabar no próximo 10 de Junho: uma medalha de mérito e uma comenda de um infante qualquer à ex-ministra da saúde pelos serviços prestados à nação.

E VIVA A REPÚBLICA (DAS BANANAS E DOS CHICOS ESPERTOS), porque hoje é o dia 5 de Outubro e tem que haver, por aí, uma banda, um atirar de foguetes e uns discursos empolgados para justificar a efeméride.



2 comentários:

Anónimo disse...

E é que dói mesmo! Dói na bolsa de cada um, dói na alma de todos e só não magoa a meia dúzia que continua por aí... Alguns em Paris, filosofando.
Beijos
Berta

Anónimo disse...

Raul,


Vocês não estão sós. O Brasil petista contrata médicos bolivianos e brasileiros ( formados na Bolívia), incompetentes que abarrotam nossos hospitais trabalhando a preço de banana. Salve-se quem puder!
Lola