Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

SÃO VALENTIM

Convencionou-se que é hoje o Dia dos Namorados!

Acima de tudo são motivos comerciais que fazem reanimar as vendas das prendas, das flores e de "bibelots", dar movimento às mesas dos restaurantes, proporcionar fins de semana ou noites românticas em hotéis cor de rosa e em tudo o que lembre amor, paixão e, hoje em dia e cada vez mais, em sexo.


São Valentim é um santo católico e é o responsável pelo Dia dos Namorados. Conta a História que no tempo do imperador Cláudio II, este proibiu a realização de casamentos na tentativa de formar um exército grande e poderoso, com a ideia que, se os jovens se não se casassem  se iriam alistar com mais facilidade. Mas houve um bispo romano, de seu nome Valentim, que, apesar da proibição do imperador, continuou a celebrar casamentos, só que em segredo. Claro que houve quem denunciasse tal prática e o bom do Valentim foi preso e condenado à morte. 

Enquanto estava preso muitos jovens casadoiros atiravam flores e bilhetes para a sua masmorra, dizendo que eles ainda acreditavam no amor. Entre esses jovens estava uma invisual, Astérias, filha do carcereiro que convenceu o pai a deixá-la visitar Valentim. Tantas visitas fez que acabaram por se apaixonar e, milagrosamente, a jovem recuperou a visão. Apesar do milagre, das cartas de amor e  das promessas de amor trocadas, o bom do Valentim acabou decapitado em 720, precisamente no dia 14 de Fevereiro.

O dia de São Valentim é quase como o dia de Natal: comemora-se uma vez por ano e ambos celebram o amor, um o amor da família, outro o amor dos casais. 
Pena é que o Natal não seja todos os dias e o  dia de São Valentim também.


2 comentários:

Luísa Agosto disse...

para si também um bom dia que se repita no seu coração

Anónimo disse...

Adorava ser a menina,segurando uma caixa redonda, quase do tamanho dela.