Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

INSTANTÂNEO

Sentado no seu banco olhava fixamente o objecto à sua frente.

O bloco de folhas brancas na mão esquerda e o pincel, molhado numa cor de aguarela, seguro por mão firme e determinada.

Tudo num mundo de silêncio, num ambiente de tranquilidade, numa imobilidade e quietude que, pelo quase insólito, despertavam a atenção de quem ali passava.

O pintor procurava reproduzir o momento, gravar uma memória, sem tempo, na paz do seu espaço.


               (Granada - Espanha - 26-11-2004)

E o fotógrafo, ao passar, não fez mais do que reproduzir o instantâneo desse momento.

2 comentários:

Anónimo disse...

O fotógrafo reproduz, o pintor cria...

Luiz Leite disse...

O fotógrafo também cria!!!!Não interessa a qualidade da máquina! O fotógrafo pode ver o que outros não viram!!!(porque a melhor máquina fotográfica é o olho do fotógrafo). Reproduz de facto uma imagem mas.... essa imagem pode transformar-se pelas suas mais diversas características numa criação artística. Dizer que o fotógrafo reproduz é uma visão muito redutora do que é na realidade a fotografia!!! O fotógrafo pode em muitas situações , CIAR!!!!!!!!
Luiz Leite