Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

MAR VERDE



Mar de chumbo, mar cinzento,
Mar opaco.
Mar presente,
Mar jovem, adolescente...


Mar tão verde, verde mar,
Mar tão cheio
E tão profundo.
Mar profano, vagabundo...


Mar verde, de esmeralda.
Bailam ondas,
Dança morna.
Mar que vai e não retorna...

Mar de sonho, mar que fala,
Mar que ruge,
Mar que canta,
Mar que chora e s'aquebranta...

Mar traidor, inesperado,
Mar amigo, mar sem fim,
Mar eterno, mar amado,
Meu mar de mim... 



(DO AUTOR - O MAR DA ANTÁRCTIDA)





.

5 comentários:

Anónimo disse...

Olá Raúl,





Os versos são lindos !



Bjs



Ana Perestrello

Anónimo disse...

Gostei muitíssimo...

Ana Hertz

Anónimo disse...

Bonito. Uma boa tarde.
Joana Menano

Anónimo disse...

Adorei!!!
Parabéns ao fantástico poeta.
Abraço do amigo
Toni

Anónimo disse...

Muito bonito! Obrigada pelo envio. Beijinhos, lola