Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 28 de outubro de 2012

EFÉMERO



"A ÁGUA da chuva desce a ladeira.
É uma água ansiosa.
Faz lagos e rios pequenos, e cheira
A terra ditosa.

Há muitos que contam a dor e o pranto
De o amor os não qu'rer...
Mas eu, que também não os tenho, o que canto
É outra coisa qualquer."

Fernando Pessoa, A Chuva Desce a Ladeira.


(DO AUTOR - A ÁGUA DA CHUVA A DESCER A LADEIRA DA SERRA DE SÃO MAMEDE)






.