Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 8 de maio de 2011

FIM DE SEMANA

Aproveitou o fim de semana para descansar. Não fazer nada. Saiu para comprar os jornais, as revistas, as compras de supermercado que lhe dessem para os dois dias e fechou-se em casa.

Nem ligou o computador, não quis saber dos mails, das mensagens do facebook e do twitter e, muito menos, do blog.

Vestiu uma roupa confortável, deixou que, desta vez, Chopin tomasse conta da música ambiente, pegou na resma de jornais e revistas que tinha comprado e sentou-se, tranquilo, disposto a uma leitura atenta sobre a situação política, o deficit, a troyka, os programas eleitorais...

Primeiro foi um telefonema a convidá-lo para um almoço, de favas, as primeiras... - ele, que adorava favas! - que sim, que ia, era só tempo de se arranjar.

Depois, um lembrete no telemóvel a avisá-lo do jantar em casa do afilhado, fazia anos nesse dia, e ele tinha-se esquecido. Ainda tinha que ir comprar uma prenda. Talvez passasse pela Feira do Livro!

Deixou tudo como estava, arranjou-se e saiu de casa.

Os jornais e as revistas lá ficaram, numa pilha, ao lado do sofá, à espera de serem lidos, e Chopin, esse, continuou a encher a casa com a melodia dos seus concertos para piano...



Sem comentários: