Ocorreu um erro neste dispositivo

terça-feira, 8 de outubro de 2013

À ESPERA


Falta pouco para se libertar, para quebrar o cordão umbilical que a liga à árvore mãe... 

Enquanto viva, cheia da clorofila que lhe dava a cor verde, cumpriu a sua missão a favor do ambiente. Resistiu aos temporais, às chuvas, ao frio cortante, ao calor inclemente...  

Agora aguarda, serena, a chegada do vento... de uma brisa ténue que a faça soltar, oscilando-se pelo ar suavemente, ou da rabanada forte que a faça bailar pelo ar, num rodopio final...



(DO AUTOR - FOLHA DE OUTONO AGARRADA À VIDA)

2 comentários:

Anónimo disse...

Também têm o seu encanto !!!!
Maria de Lourdes Silva

Anónimo disse...

Bela foto que retrata bem o final de uma morte anunciada...
Maria Luísa Silva