Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, 22 de abril de 2013

LÍRIO ROXO



"Viajei por toda a Terra
desde o norte até ao sul;
em toda a parte do mundo
vi mar verde e céu azul.

Em toda a parte vi flores
romperem do pó do chão,
universais, como as dores
do mundo, que em toda a parte se dão.

Vi sempre estrelas serenas
e as ondas morrendo em espuma.
Todo o Sol um Sol apenas,
e a Lua sempre só uma.

Diferente de quando existe
Só a dor que me reparte.
Enquanto em mim morro triste,
nasço alegre em toda a parte."

António Gedeão - Lírio Roxo.


(DO AUTOR - LÍRIO ROXO NA QUINTA DA PROSA)











4 comentários:

Anónimo disse...

Lindo... o poema e o lírio!!!
:)
Luísa Romão

Anónimo disse...

Bonita poesia, bem reforçada pelo magnífico lírio!!!
Maria Luísa Silva

Anónimo disse...

Lindo o lírio e o poema.
Maria De Lourdes Silva

Anónimo disse...

Muito bonito!
Leonor Ferreira