Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, 24 de abril de 2013

ÁGUA CORRENTE



Nasce do fundo da mina, fria, transparente, coada por filtros de granito, passeada em leitos de areia, seguindo por caminhos escuros, tortuosos, até chegar àquela arca de água, cheia de júbilo, forte, abundante...

Depois, prometedora, cai copiosa e límpida da conduta enchendo o tanque da rega...

Água, cristal de rocha, agora temporariamente sossegada, à espera de partir, de novo, para encher o rego aberto pela enxada e correr suja da fértil terra com que se mistura...

E amanhã, quando a água passar a correr com menos força, quando o tanque só estiver meio cheio dessa água transformada em caldo de limos, de rãs e de girinos, a transbordar de vidas, a horta estará cheia dos frutos que a terra deu, terra que a água molhou e que o homem cuidou... 





(DO AUTOR - A ÁGUA DA MINA)



9 comentários:

Anónimo disse...

Um texto cheio de promessas trazidas pelas benfeitorias da água que escorre e que será fonte de vida para muitos seres. A ilustração está magnífica, com linda foto a condizer. Parabéns ao autor.
Maria Luísa Silva

Anónimo disse...

A foto está fantástica, como sempre...as palavras, lindas.
Ana Hertz

Anónimo disse...

Esta fotografia parece uma pintura.Gosto mais do que quando a pintura parece fotografia Parabéns,Raul
Ivone Oliveira

Anónimo disse...

Maravilhoso. Parabéns!
Esmeralda Morgado

Anónimo disse...

Muito bonito Raul, bjs
Ana Perestrello

Anónimo disse...

Raul,

Que belo texto e paradisíaca foto.
Tomei a liberdade de juntar e repassar a amigos.
Parabéns pelo seu oportuno trabalho!

Beijinhos, lola

Anónimo disse...

Do autor é sempre muito bom...
Lindo!
Maria De Lourdes Silva

Anónimo disse...

Sempre ofertas espectaculares ;)
Orquídea Vintém Tavares

Anónimo disse...

Muito bom!
Maria Manuel Santos