Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 6 de janeiro de 2013

OS REIS MAGOS



Hoje comemora-se o Dia de Reis! Um anacronismo num país que se afirma, cada vez mais, republicano!

Nem sei porque se comemora! Porque, para ser realmente celebrado, deveria sê-lo porque seria o dia em que se distribuíam as prendas às crianças. É isso que fazem os Reis Magos: oferecem ao Menino Jesus o Incenso por ser Deus, o Ouro por ser Rei e a Mirra para que não se esqueça que também é Homem!

Aqui, com a mania das pressas, e à Portuguesa curta, faz-se tudo de uma só vez: junta-se uma festividade essencialmente religiosa, e que tem a ver com o nascimento de Cristo, do Deus que se quis fazer  Homem, com a festa laica das prendas a oferecer.

Nisso, dou o meu aplauso aos nossos vizinhos espanhóis que mantêm, de forma bem vincada, a tradição. No Natal (no 25 de Dezembro) comemora-se a festa religiosa e, no Dia de Reis (Los Reyes), então, é a festa laica que é bem festejada nas ruas e nos restaurantes, que se enchem de famílias para o almoço de Reyes. Até, em termos comerciais, parece ser melhor porque se animam dois comércios, o tradicional das compras e o da restauração.

Aqui, neste país à beira-mar quase afundado, o Dia de Reis comemora-se comprando um bolo-rei, ou raínha, ou bolo-rei de chocolate, ou de maçã (agora estão na moda) a um preço de se lhe tirar o chapéu.

Até a ASAE teve o condão de estragar o pouco da tradição ao proibir a fava e o brinde no bolo-rei... É mais uma tradição que se perde neste país cada vez mais aculturado, mais pobre de valores e de dinheiro.

Em compensação, há para aí uma data de gente que, à custa do empobrecimento do país e dos portugueses, das falências dos BPN, dos BANIF, de muita outra banca privada e de negócios estranhos, vai enchendo os bolsos de muita riqueza... julgando-se os reis da esperteza, porque confiam na justiça portuguesa que os não vai beliscar minimamente (o Duarte Lima e o Vale e Azevedo são a excepção que confirma a regra) e só funciona (aí, célere!) para os que são apanhados a roubar comida nas grandes superfícies, para matarem a fome aos filhos!

Mesmo assim, et malgré tout... um bom Dia de Reis!

E que não se engasguem a comer o bolo-rei, como o Cavaco há uns anos atrás...



(DO AUTOR - UM PRESÉPIO DE ESTREMOZ)




.

3 comentários:

Anónimo disse...

Lindo !!!!!!!!!!!!!

Mariazinha Nunes

Anónimo disse...

Tanta verdade,está LINDO.
Maria De Lourdes Silva

Anónimo disse...

gosto, gosto, gosto tanto.
Maria do Rosário