Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 20 de janeiro de 2013

DEPOIS



Depois que a chuva se foi, que o vento abrandou o seu soprar, o mar amansou na sua fúria e o rio voltou a correr para a foz resta, agora, retirar os despojos, limpar a sujidade, consertar o avariado e aguardar, tranquilamente, que a vida se recomponha e volte, com a luz da esperança, a dar serenidade e alegria a cada dia...

(DO AUTOR - O MAR EM DIA DE TEMPORAL)



.

3 comentários:

Anónimo disse...

Tem razão... tudo está mais calmo hoje. Há que recompor as coisas, os estragos e andar prá frente...
Luísa Romão

Anónimo disse...

Muito lindo
Maria de Lourdes Silva

MJ FALCÃO disse...

Lindo mar... ou era o rio Tejo? Dia tremendo o de ontem!
Abraço