Ocorreu um erro neste dispositivo

sábado, 16 de junho de 2012

A ILHA DO PESSEGUEIRO





"...
Ao largo as águas brilham como prata
E a brisa vai contando velhas lendas
De portos e baías de piratas


Havia um pessegueiro na ilha
Plantado por um Vizir de Odemira
Que dizem por amor se matou novo
Aqui, no lugar de Porto Côvo."

Rui Veloso, in Porto Côvo.



(DO AUTOR - A ILHA DO PESSEGUEIRO AVISTADA, HOJE, A 2 MILHAS DE TERRA)


.

3 comentários:

Carlota Pires Dacosta disse...

Que início de dia magnífico!
Beijinhos

Anónimo disse...

Foi aqui, em Porto Côvo, que a felicidade tomou conta de mim!
Bjs
LM

Anónimo disse...

Só lá fui uma vez... e a escutar o Rui Veloso. Coincidências!
Obrigado pelos posts.
Beijos
Berta