Ocorreu um erro neste dispositivo

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

HORASBESCAS


À primeira vista parece um arabesco! Um arabesco feito, não  para enfeitar uma parede, mas para servir de suporte a um relógio, também ele, meio arabescado, diferente, com umas horas estranhas que andam, quer para a frente, quer para trás, sem tempo nem tempo, irregulares, desacertadas, desconcertantes, como o próprio relógio.

O Múzeum Hodin é um museu, de relógios, precisamente! Uma casa cheia, repleta de maquinismos, prontos a dar horas, mas que nenhum as vai dar, porque estão parados, expostos, atrás de vitrines e escaparates. Todos, parados, à mesma hora, às 10 para as 2!

Só os de parede e os de pé, de pêndulo, é que estão a trabalhar e lá vão tique-taqueando o tempo a dar as horas. E, quando chegam as horas certas, batem-nas ao som de dlins, ou de dlãos... todos, juntos, ao mesmo tempo, numa sonoridade metálica que enche todo o espaço, que reverbera e ecoa pelas paredes, chegando até à rua... e animando aquele relógio, lá fora, feito de horas e de arabescos e que só sabe dar, certamente, horasbescas.


(DO AUTOR - RELÓGIO DO MUSEU DAS HORAS DE HODIN - BRATISLAVA)


Sem comentários: