Ocorreu um erro neste dispositivo

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Espírito de Natal

O Natal, o verdadeiro Natal, não é feito de pinheiros ou de outras árvores, não é feito de figuras de velhos com barbas brancas e fatos vermelhos, é feito de Presépios, de muitos presépios, uns mais ricos outros mais pequeninos e pobres. Mas, sempre, o Presépio representa o verdadeiro espírito do Natal: o Menino que nasce.
O presépio deve ser completo, humanizado em figuras verdadeiras: seja um Menino Jesus ao colo ou nos braços da mãe a mamar, seja de outra forma, mas sobretudo no amor infinito que deve transbordar para todos e de todos.

1 comentário:

Luisa disse...

Eu acho que o Natal devia ser verdadeira COMPREENSÃO. Devia fazer surgir na Humanidade o respeito pelo outro, a verdadeira aceitação das individualidades. Jesus, o Menino, também foi INDIVIDUAL!!!