Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, 29 de setembro de 2013

A ACENAR


Ainda não sabia dos resultados... mas já estava a adivinhar o que ia acontecer... Mal fechassem as assembleias de voto no arquipélago dos Açores, cada um a dizer que tinha ganho, que os adversários tinham perdido, que os resultados foram históricos, que aconteceu uma grande lição de democracia, que a chuva foi a culpada da abstenção... que mais isto e que mais aquilo...

Todos diziam das suas barrigas, da sua força, da sua importância, das câmaras que tinham ganho, das que os outros tinham perdido, da expressão dos resultados...

E ele, ali, feito povo, pobre, desprotegido, esquecido, esfarrapado e enferrujado, a acenar, a chamar a atenção, a lembrar que as eleições foram feitas dos votos dados por esse povo e para o seu benefício... e não para o benefício e o bem-estar da meia dúzia do costume...


(DO AUTOR - A ACENAR - JARDIM DO TARRO - PORTALEGRE)

2 comentários:

Maria Helena Cruz disse...

Uns de mãos dadas outros a sós, nem assim tiraram as iláções da mensagem correta de de um povo de tão aflitos que estavam em segurar os seus tacos . Que triste democracia a que temos.

Anónimo disse...

Gostei muito.
Anna Kelly